.
.

.

Ciclo de Palestras Convidado – Alexandre CT DESIGN


AÇÃO SOCIAL BOMBEIRO MIRIM DE ARAPONGASalexandrect
11 anos ensinando a criança o caminho que deve andar

CICLO DE PALESTRAS NO Bombeiro Mirim Arapongas
CONVIDADO: Alexandre Keiti Yasuda CT DESIGN

07/08/2014 Alexandre

Primeiramente ele agradeceu pelo convite. Nascido em Apucarana,mas sempre residiu em Arapongas, veio morarem Arapongas com 01 ano de idade. Começou a trabalhar com 12 anos como auxiliar de mecânico, pois sempre quis ser dependente dos seus pais (não depender deles). Passado algum tempo começou a trabalhar como balconista de farmácia. No ano de 1981 e 1984 se afastou do Brasil e foi morar no Japão por 03 anos, ele confirma sua descendência japonesa. Seu primeiro trabalho no Japão foi em uma empresa de fabricação de automóveis. Retornou ao Brasil e fez faculdade de processamento de dados ou melhor Tecnologia em Processamento de Dados. Naquela época não existia a tecnologia de hoje.

BM Fialho pergunta: Como foi naquela época em que você saiu do Brasil? Como foi?
Alexandre responde: Foi complicado. Mas depois que se aprende a língua fica melhor para nos relacionarmos.

Alexandre se formou em direito também. Atualmente trabalha com comunicação visual e designer, uma área, diz ele: bem “bacana” e interessante. Quando começou a trabalhar, ele disse que a tecnologia não era como a de hoje, hoje as máquinas fazem tudo, antigamente colava-se os adesivos com detergente e cortava com estilete. Ele já esta no mercado de trabalho com comunicação visual a 18 anos, ele deixou bem claro também que as empresas estão preocupadas com o meio ambiente.

Shaiene pergunta: O que vocês fabricam?
Alexandre responde: Fabricamos adesivos, fazemos toldos, fachadas.

Hoje O que esta crescendo é a decoração residencial.

Fialho pergunta: Foi difícil do primeiro emprego até a empresa sua hoje?
Alexandre responde: Com certeza! Eu falo para meus 15 funcionários, hoje vocês tem tudo de mão beijada, vai de carro trabalhar, antigamente era de bicicleta e guarda chuva.

Instrutor Giovane pergunta: O seu crescimento foi um empenho de todos ou da sua direção?
Alexandre responde: Você não cresce sozinho, graças também a todos que passaram, a equipe, a um todo.

Fialho perguntou: Era isto mesmo que você queria?
Alexandre responde: Sim, pois sempre gostei de informática de tecnologia.

Ele convidou a todos para conhecer sua empresa.

Fialho pergunta: Qual é o processo que o material passa para a arte final?
Alexandre responde: A o grupo de criação, fazem o projeto para o cliente, depois a linha de produção, fazem a impressão no adesivo ou na lona, depois o acabamento. Mas tudo é basicamente feito pelo computador e impressora. A impressora de nossa empresa tem 2 metros de largura para a impressão.
Ele explicou para BM Shaiene que envelopamento tem este nome para adesivar carros.
Ele também explicou para o BM Fialho que os adesivos traseiros nos carros são furadinhos porque a legislação de trânsito não deixa tapar os vidros, por isso é todo furadinho com visão de dentro para fora.
Ele diz que tudo na vida tem que ser feito com amor e dedicação.

www.bombeiromirim.com.br – www.ministeriodafamilia.com.br




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *